terça-feira, 2 de setembro de 2008

Coluna JM 2.9.2008 (terça-feira)

Primeiro encontro

Natália Búrigo Rafael, uma das 35 debutantes do Mampituba, prepara-se para o jantar de entrega da programação...
.

... e para o primeiro contato com a madrinha, Teka Freitas, hoje à noite, no clube
.
Fotos: Suzana Meller
.
QUESTÃO DE OPINIÃO

A coluna recebeu muitos e-mails relatando diversas situações, positivas e negativas, acontecidas no show de domingo. Entre os elogios, o público destaca o carisma e a animação da dupla Victor e Leo, que fez valer qualquer intempérie aparecida no caminho. Na vez das críticas, o tumulto na porta de entrada, o aperto dentro do pavilhão e a demora dos sertanejos para subirem no palco foram as maiores reclamações.
Portanto, aí estão duas opiniões divergentes de quem esteve por lá e tirou sua própria conclusão do evento:

Do leitor I

“Olá, Pity!
Adoro ler a sua coluna. Você está sempre por dentro de todos os eventos de nossa linda cidade Criciúma.
É com muito prazer que lhe conto meus momentos sobre o show que aconteceu ontem. Foi maravilhoso, muito bem organizado. Estava lotadíssimo e muito quente, por sinal.
Eles são lindos e ainda simpáticos. Motivaram todos a interagirem com o show, batendo palmas, levantando as mãos, emitindo muita paz e amor...
O Victor conversou muito com a platéia, nos deixando loucas a gritar. Foi muito bom!
Parabéns a todos do evento e agradecemos um domingo divertido a mais em nossa cidade.
Beijos!
Caroline Milioli”

Do leitor II

“Oi, Pity.
Em resposta à sua pergunta vou responder como foi o show do Victor e Leo.
Sufocante. Esta palavra resume a sensação dentro do Centro de Eventos.
Chegamos ao local por volta das 20 horas, enfrentamos fila quilométrica e aguardamos por mais de três horas num sufoco insuportável até o início do show, que começou somente às 23h20min. Quase desistimos de esperar. Uma falta de respeito com o público.
Gente desmaiada (mulheres) era o que mais se via. Inclusive eu também passei mal... Faltava o ar, ainda bem que não cheguei a desmaiar.
A dupla realmente é muito carismática e fez um show superlegal, mas, definitivamente, com o desconforto do local perdeu a graça e se tornou quase um pesadelo.
Um abraço e sucesso!
Débora”

NO ROLÉ:

Sérgio Dagostim, o executivo responsável por implantar o primeiro Fundo de Investimento do segmento de factoring no Sul do Brasil, é um dos convidados, na próxima semana, da mesa redonda que será montada durante a Segunda Conferência Anual – Securitização do Brasil, realizada em São Paulo.

Há apenas dois meses no mercado local, o chope brusquense Zehn Bier, engarrafado e sem conservantes, já ganhou eco por aqui e está disponível em alguns pontos descolados da cidade, como o Montalccino e o Aotearoa.

Inicia hoje e segue todas as terças e quintas, até novembro, na Praça do Congresso, o projeto “Caminhar seguro”, uma iniciativa cheia de saúde da rádio Atlântida, que irá mexer o esqueleto de quem passar no local das 17h30min às 20h30min.

Promoter Marcello Cabral está à frente de toda a decoração do Della Fashion Summer, que rola na próxima segunda-feira, no Mampi. Inspirada no Havaí, a ambientação contará com a participação dos gaúchos sarados da Kamikase Bartenders, que preparam em segundos aqueles drinks tropicais, coloridos e fumegantes.

Não foi só no Centro de Eventos que o tumulto apareceu. O início das vendas de ingressos para o show da Madonna, no Rio, também conflitou a tarde de ontem nos arredores do Maracanã. Amanhã é a vez de São Paulo.

Em homenagem à Semana da Pátria, os alunos e professores de História do Colégio Hermann Spethmann estarão debatendo, até sexta-feira, assuntos como patriotismo, eleições e corrupção.

“Não há nada mais assustador que a ignorância em ação.” (Johann von Goethe, escritor alemão)

Nenhum comentário: